quarta-feira, 6 de maio de 2015

Histórias de leitor 6

Olá pessoas, tudo bem? Hoje é dia de mais Histórias de Leitor! Para quem gosta dessa categoria, infelizmente esse será o último post da série Histórias de Leitor, afinal, não temos tantas histórias estranhas e/ou divertidas para contar! Então, aproveitem essas últimas histórias... 


A emoção de um livro novo
Minha história de leitora é até meio engraçada. Uma vez encomendei um livro na Livraria Nobel e eles avisaram que chegaria após 10 dias da data da encomenda. Na encomenda tive que deixar um número de telefone de contato para eles avisarem quando o livro chegasse. Como meu pai tem um negócio próprio, ele evita atender ao telefone nos dias de sábado, e esse telefone também é o telefone de casa. Mas foi num sábado que tocou o telefone e pensei: Deve ser a livraria ligando!!! Corri e atendi. Era mesmo a livraria ligando e avisando que o livro tinha chegado. Me empolguei tanto que passei o telefone para minha mãe e comecei a chorar de emoção. E logo depois fui buscar meu livro.

O desastre da prateleira
Eu tinha encomendado duas prateleiras para por no quarto, pois a estante da sala não suportava mais meus livros. Encomendei duas de 1,5m cada e pedi para meu namorado e o amigo dele instalarem para mim, porém, eles conseguiram, com certo trabalho, instalar apenas uma. Arrumei todos os livros, havia ficado tudo lindo: em ordem cronológica e cores de capas. Mas, dois dias depois, a prateleira caiu, derrubando todos os livros dela. Quase chorei quando minha mãe mandou a foto do estado que estavam, todos jogados no meu quarto de qualquer jeito. Até hoje não tive coragem de instalar as prateleiras de novo e meus livros voltaram para a sala novamente.

O livro da professora
Lendo a trilogia 50 tons de cinza, todos os dias levava para a escola onde trabalho (professora/educação infantil). No horário de descanso das crianças, fui flagrada por minha diretora, chorando no momento em que lia a parte ***(decidi não colocar o spoiler pra que quem estiver lendo não fique chateado)***... Imaginem a cara de espanto dela!

Como nasceu em mim uma leitora
Numa entrevista de emprego, a primeira fase foi com uma psicóloga para traçar o perfil comportamental. Nessa entrevista, ela pediu uma redação de tema livre para que pudesse analisar a grafia. Não consegui escrever sobre outra coisa além de "Como nasceu em mim uma leitora". No final, o texto ficou tão bom que eu queria levar embora, mas claro, isso não foi possível. Agora, não lembro bem o que escrevi e não consigo reproduzir exatamente, não ficaria tão bom!

Um pedido desesperado
Essa história aconteceu comigo e decidi compartilhar com vocês. Como tenho a página, frequentemente recebo pedidos/sugestões para as postagens. No entanto, recebi um pedido outro dia de alguém que... Adivinhem?... Quer seu livro de volta! Eis a mensagem que recebi: "Gostaria de fazer um pedido. Eu emprestei As Aventuras de PI para uma amiga já faz mais de um mês e ela ainda não me devolveu... Estou começando a ficar com medo de perder meu precioso... Se não for pedir demais, faz um post que eu consiga mandar uma indireta pra ela me devolver?"

Bem, é isso! Espero que tenham gostado dessa série de posts, que acaba com essas últimas histórias... Se você quer relembrar tudo o que já foi contado por aqui, você pode visitar a categoria Histórias de Leitor!


4 comentários:

  1. Que pena que vai acabar.... gostava tanto dessa série! !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe um dia ela volte ;)
      Mas por enquanto, temos que nos acostumar com a ideia! :/

      Excluir
  2. Respostas
    1. Pois é... Talvez um dia a série volte, HAHAHA...

      Excluir